ABIGRAF-MA / SINDIGRAF-MA

Responsabilidade Social

Epson cria forma de reciclagem dentro do escritório

A EPSON desenvolveu o que acredita ser o primeiro sistema de fabricação de papel para ser utilizado em escritórios. Trata-se de um equipamento compacto, chamado de Paperlab, que é capaz de produzir um novo papel a partir de papeis picados, sem a utilização de água no processo.

Um processo de reciclagem normal, utiliza cerca de um copo de água para produção de uma folha A4 reciclada. Dada a atual crise hídrica, essa solução seca além de inovadora, é sustentável. Outra vantagem do processo, é que o próprio escritório tritura e recicla seus papeis assim, existe a garantia de que documentos confidenciais foram realmente inutilizados. 

O primeiro Paperlab será vendido no Japão esse ano. A Epson ainda não decidiu sobre  a disponibilidade de venda em outros países. 

O funcionamento da máquina é simples: Na primeira etapa, o papel usado é cortado em tiras longas e finas, em seu sentido de fibra. Feito isso, são adicionados produtos “ligantes”, que aumentam a resistência e/ou a brancura do papel. É possível também adicionar cores e fragrâncias. 

Na última etapa, os usuários podem produzir folhas de papel de escritório A4 ou A3, ou até mesmo de cartões, graças a uma tecnologia de formação que lhes permite controlar a densidade e espessura do papel. 

Segundo a Epson, a Paperlab é capaz de produzir uma nova folha de papel cerca de três minutos após ter sido carregada com os resíduos dos papeis usados. O sistema pode produzir cerca de 14 folhas A4 por minutos 6.720 folhas em um dia de 8 horas.

O vídeo do link abaixo mostra mais detalhes sobre essa inovação:

https://www.youtube.com/watch?v=900X24e9-nM

 

 

Valorização do Papel e da Indústria Gráfica.

Um Mito: Produzir papeis sempre destrói as florestas.

Um Fato: leia sua revista favorita tranquilamente, pois o papel utilizado nela é feito de madeira natural e renovável.

Two Sides Brasil é uma campanha de valorização da comunicação impressa. Seu objetivo é encorajar iniciativas de sustentabilidade em todas as etapas de produção da mídia impressa, além de divulgar seus mitos e fatos.

É só dar um clique para saber um pouco mais: www.twosides.org.br

 

 

 

Você conhece PROGRAMA 5S

 5 princípios dos 5S

 

1.       O que são os 5S?

“5S” é um termo utilizado para representar 5 palavras japonesas:

Seiri-utilização

Seiton-organização

Seiso-limpeza

Seiketsu-padronização

Shitsuke-disciplina

2.       O que significa Seiri?

Senso de utilização: separar o útil do inutil. Manter no local de trabalho somente aquilo que for necessário, descartando os itens desnecessários.

Dicas para aplicação do Seiri:

  • Separe e classifique os materiais, objetos e outros itens necessários para as suas atividades (o útil do inútil);
  • Busque o por que da utilização de cada item;
  • Disponibilize o que não tem mais utilidade para outras pessoas ou descarte;
  • Defina uma frequencia de uso (diária, semanal ou anual)

 3.       O que significa Seiton?

Senso de organização: dispor os itens necessários em uma ordem para que possam ser facilmente localizados para uso.

Dicas para aplicação do Seiton:

  • Defina um lugar para cada item;
  • Defina como guardar cada item;
  • Estabeleça regras para uso e organização;
  • Organize as informações, dados e ideias.

 4.       O que significa Seiso?

Senso de limpeza: limpar o local de trabalho completamente para que não haja pó ou sujeira em nenhum lugar.

Dicas para a aplicação do Seiso:

  • Elimine o lixo e a sujeira;
  • Não espere até que as coisas fiquem sujas prar limpá-las;
  • Reserve alguns minutos do seu dia para limpar o seu local de trabalho;
  • A responsabilidade pela limpeza da área ao redor de sua estação de trabalho é sua;
  • Evite ao máximo colocar coisas fora do lugar ou fazer sujeira;
  • Realize a limpeza regular de máquinas e ferramentas;
  • Se voce e seus colegas fazem uso das mesmas máquinas e ferramentas,vocês podem revezar na limpeza delas ou fazê-las juntos.
Veja mais...
 

A neurociência mostra os benefícios do papel

A impressão e o papel oferecem vantagens especiais na conexão com o cérebro humano, apontam as pesquisas.

Quando se trata de marketing, a nova pesquisa aponta que incluindo a impressão e o papel é uma abordagem mais eficaz, como observa o autor e contribuidor da Forbes, Roger Dooley.  "Apesar da enorme migração para mídia eletrônica", ele escreve, "a pesquisa de neurociência mostra que o conteúdo em papel e as propagandas oferecem vantagens especiais na conexão com nossos cérebros."

 Em seu artigo recente, Dooley cita um estudo de pesquisa comparando os efeitos do marketing de papel (como itens de mala direta) com mídia digital (incluindo e-mail e anúncios exibidos.)  Patrocinado pelo Canada Post, o estudo foi realizado pela empresa canadense de neuromarketing TrueImpact.

Leia o artigo completo (em inglês)

Utilizando uma combinação de questionários convencionais e medições com base na tecnologia (incluindo rastreamento ocular e medição de alta resolução de onda cerebral), o estudo focou em três métricas principais: carga cognitiva (facilidade de compreensão), motivação (persuasão), e atenção (por quanto tempo os indivíduos olharam o conteúdo). O estudo aponta que mala direta em papel é mais fácil de processar mentalmente e apresentou resultados mais satisfatórios para lembrar de uma marca.

De acordo com o relatório, Dooley afirma que, "a mala direta requer 21% menos esforço cognitivo para processar do que a mídia digital, sugerindo que é mais fácil de entender e mais memorável... Quando pedidos para citar uma marca (nome de empresa) de uma propaganda que haviam acabado de ver, a recordação foi 70% maior entre os participantes que foram expostos a itens de mala direta (75%) do que anúncio digital (44%).”

Dooley menciona diversos outros estudos que também apontam a vantagem neurológica do papel antes de fazer a pergunta "O quão completa está a transição da sua empresa de papel para digital? O pêndulo oscilou demais?"


Fonte: www.twosides.org.br

Robert Dooley, Forbes/CMO Network website, September 16, 2015

http://www.forbes.com/sites/rogerdooley/

Submitted by: Priscilla Perniciotti 30/11/2015

 

 

SAÚDE E SEGURANÇA DO TRABALHADOR.

Empresas com menos de 20 trabalhadores tem que designar representante da CIPA

Você sabe o que é “CIPEIRO DESIGNADO”? Tenha mais detalhes desta importante ação para a saúde e segurança do trabalhador, aqui.

O  “CIPEIRO DESIGNADO”  ou simplesmente  o “DESIGNADO”  é  aquele trabalhador que é designado pela empresa, para tratar e acompanhar os assuntos , fatos e ações relacionados à saúde e segurança do trabalho, quando a  empresa tem menos de 20 funcionários.

 A saúde e segurança do trabalhador fazem parte do contrato de trabalho e a  lei 3214 de 8 de junho de 1978 (lei das normas regulamentadoras – NR’s – de saúde e segurança do trabalho) , através da  NR  nº5  - artigo 5.6.4 , estabelece que as empresas que não tem o nº  mínimo de funcionários que torna obrigatório a  formação da CIPA,   por sua vez, são obrigadas a designar um representante para fazer o papel da CIPA, ou seja, este funcionário designado deve tratar e acompanhar os assuntos , fatos e ações relacionados à saúde e segurança do trabalho.

 Ele atua como um cipeiro,  fazendo comunicados e sugestões, ouvindo as reclamações dos trabalhadores, registrando os acidentes e doenças, apontando os riscos do ambiente de trabalho,  e, se reunindo com a empresa e com o sindicato , para resolução dos problemas. A cada mês o designado deve fazer um relatório destas ocorrências e entregá-lo à empresa e ao sindicato.

Faça seu curso no SESI.

 
Página 1 de 3

Enquete

O que você espera do SINDIGRAF / ABIGRAF em 2017 ?
 
caparevista04


SINDIGRAF-MA & ABIGRAF-MA - Todos os direitos reservados

Desenvolvido por G73!